come fly with me

Eu ainda consegui pegar uma fase boa da Varig. Era criança, então tinha tratamento especial, como conhecer a cabine do piloto e ganhar um broche de presente. Não era como em Mad Men, mas ainda sim tinha aquele glamour. Comissários nos trinques, assentos confortáveis, vasinho de flor no banheiro e os passageiros se vestiam bem para viajar.

Muita coisa mudou desde o início dos anos 1990. Viajar de avião se tornou algo mais corriqueiro e o glamour foi embora. No entanto, andar de avião continua tendo seus mistérios e curiosidade.

Antes do voo

Uma hora antes do voo, piloto e co-piloto checam tudo: condições meteorológicas, rotas de emergência, instrumentos da aeronave, calculam a quantidade de combustível, acompanham o abastecimento e revisam se o avião tem condições de executar o plano de voo.

Quando o voo atrasa, não é porque a tripulação está fazendo corpo mole, na verdade, eles são os que mais têm interesse em sair no horário, pois a maioria das companhias aéreas paga um salário base + horas de voo (que passam a valer apenas quando o avião decola).

Enquanto o embarque não começa, a tripulação confere se tudo está no devido lugar, pois há quem roube coletes salva-vidas.

Durante o voo

Quando as portas são fechadas, o(a) comandante se torna a autoridade máxima. Ele(a) tem até a permissão de prender um passageiro.

O cobertor disponível quase nunca é lavado, segundo os comissários. São apenas dobrados e colocados dentro do saco. O mesmo para os travesseiros e os fones de ouvido. Nas boas companhias, os cobertores do primeiro voo do dia são recém-lavados.

O ar respirado dentro do avião vem dos compressores dos motores, que esquentam e pressurizam o ar que vem de fora. O ar vai embora por pequenos furos no fundo da fuselagem.

A tripulação pode dar um upgrade de classe. Isso é raro, mas ela pode fazer isso. Vai depender da disponibilidade de assento e de refeição. Quem tem mais chances de ganhar um upgrade? Grávidas e pessoas muito altas têm prioridade. Gente bem vestida, bonita e, claro, simpática vêm em segundo lugar.

A água do banheiro não é boa. Nada boa. O Wall Street Journal fez um teste com a água de 14 aviões de diferentes empresas e descobriu que o nível de bactérias é 10 ou até 100 vezes maior que o permitido pelo governo americano. Mas por quê? Bem, os reservatórios de água potável e “esgoto” estão lado a lado. E são esvaziados/enchidos ao mesmo tempo, talvez pela mesma pessoa.

Eu nunca vi, mas dizem que é muito comum as pessoas trocarem a fralda dos filhos na mesa de suporte. Logo, as mesinhas provavelmente estão sujas de coliformes fecais. E se passam apenas um paninho para limpar a mesa, este paninho acaba contaminando tudo.

Em voos noturnos, os comissários tentam segurar a refeição esperando que os passageiros durmam. Qualquer economia é bem vinda.

Pouso

A cabine tem as luzes apagadas durante o pouso de voos noturnos não por economia de energia, mas por segurança. Caso aconteça algum incidente e seja necessária uma evacuação de emergência, a visão dos passageiros já estará acostumadas com a escuridão.

Bom voo!

Anúncios
Etiquetado ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: